Allegra Lorenzo interpreta Maria em musical

VIA-SACRA


A fisioterapeuta Ana Lourenço de Souza, conhecida também pelo nome artístico Allegra Lorenzo, é a responsável por dar a vida a Maria na versão musical da Via-Sacra de Limeira que estreia dia 14, às 20h, na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, no Parque Nossa Senhora das Dores; seguida pelas apresentações na Gruta da Paz, também às 20h, nos dias 18 e 19.

Allegra teve contato com a música desde a infância, tendo sido orientada por quatro diferentes professores em sua trajetória musical. De acordo com a artista, é a primeira vez que ela atua na Via-Sacra fora do âmbito congregacional, em que participava atuando, e que a identificação com o projeto foi inevitável. “Me identifiquei com a música pelo fato de também ser mãe e com o projeto pela iniciativa louvável de descentralização da cultura na cidade de Limeira”, contou. A ação elogiada pela artista é uma proposta da atual administração municipal.

Quando questionada sobre a oportunidade de representar a mãe de Cristo, a artista se manifestou: “Interpretar Maria foi um presente maravilhoso. Tentar mostrar ao público o que ela passou naquele tempo, com a opressão que já era imposta às mulheres e a descrença da maioria das pessoas que ali viviam, é um desafio e tanto, até porque ela é pouco citada na história. Espero conseguir transmitir a essência do amor tão grande que ela também sacrificou pelo bem dos que nem conheceria."

A artista também falou sobre a importância da realização do espetáculo e da propagação da mensagem de Páscoa. “A tradição da Via-Sacra, assim como de várias outras tradições brasileiras, está marcada em nossa cultura e não tem a ver com religião, mas com respeito, admiração e gratidão a essa mulher que mesmo tendo tudo contra ela aceitou o desafio imposto”, concluiu.

O espetáculo conta com direção-geral do secretário de Cultura e idealizador do projeto, José Farid Zaine, e composição musical de Emanuel Massaro, tendo como compositor convidado Joaquim Prado. A direção musical e regência são de Vinicius Ferreira, cenografia de Guto Oliveira e coreografias de Tendas do Sahara. A gravação e a mixagem são de Cleyver Rossi. As oficinas preparatórias foram ministradas pelas assistentes de direção, atrizes e servidoras da Secretaria de Cultura, Ariane Martins e Tatiana Alves.

Nenhum comentário:

Megamutirão das igrejas acontece no próximo sábado

DENGUE Depois do megamutirão envolvendo servidores municipais, entidades e voluntários, a Prefeitura de Limeira está programando ma...