Prefeitura fará busca ativa para vacinar contra pólio e sarampo

PREVENÇÃO


A campanha de vacinação contra pólio e sarampo será prorrogada em Limeira até o final de setembro. A medida atende determinação do prefeito Mario Botion, visando aumentar o índice de cobertura vacinal no município. Paralelamente, as secretarias de Saúde e Educação irão iniciar a busca ativa de crianças de 1 a até 5 anos – público-alvo da campanha. Duas unidades móveis irão percorrer os Centros Infantis (CIs) para vacinar os alunos dessa faixa etária.

O secretário de Educação, André Luis De Francesco, esclareceu que as diretoras dos CIs irão solicitar aos pais ou responsáveis autorização para vacinar as crianças dentro da escola. Os familiares também deverão encaminhar às escolas a carteira de vacinação dos filhos, para que os profissionais de saúde possam fazer a conferência da situação vacinal de cada criança.

Até o momento, foram aplicadas 10.028 doses contra pólio (cobertura de 73,03%) e 9.648 doses contra o sarampo (cobertura de 70,26%). O secretário de Saúde, Vitor Santos, destacou que a prefeitura seguirá com a missão de atingir a cobertura de 95%, conforme orientação do Ministério da Saúde.

De segunda a sexta-feira, as vacinas contra pólio e sarampo continuarão a ser oferecidas nas 14 Unidades Básicas de Saúde e na sede da Divisão de Vigilância Epidemiológica. O horário de atendimento é das 7h30 às 11h e das 12h30 às 16h. Confira os locais de vacinação:

Confira a programação da Operação Só Cacareco para a próxima semana

Confira a programação: 

Dia 03 - Pq. Hipólito Expansão I; 

Dia 04 - Pq. Hipólito Expansão II;

Dia 05 - Jd. Antonio Brigatto; 

 Dia 06 - Jd. Nova Limeira e Jd. Boa vista.

Petrobras anuncia reajuste de 13% no preço do diesel nas refinarias

Petrobras anunciou nesta sexta-feira (31) reajuste de 13% no preço médio do diesel praticado pela estatal nas refinarias. O preço do litro subirá de R$ 2,0316 para R$ 2,2964.

Os novos preços entram em vigor já nesta sexta-feira e devem acabar impactando no valor pago pelos consumidores nas bombas. O repasse do reajuste para o preço final, entretanto, vai depender dos postos.

Em nota, a Petrobras informou que o valor "reflete a média aritmética dos preços do diesel rodoviário, sem tributos, praticados pela Petrobras em suas refinarias e terminais no território brasileiro".

Apesar do reajuste, o novo preço do diesel nas refinarias ainda continuará abaixo do que era praticado antes da greve dos caminhoneiros. A máxima do período de reajustes diários da Petrobras foi registrada no dia 22 de maio, quando o diesel chegou a R$ 2,3716 nas refinarias.

Congelamento

O preço do diesel estava congelado desde 1º junho e o reajuste acontece após a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicar os novos preços de referência para comercialização do diesel, com alta de até 14,4% dependendo da região do país.

O congelamento do preço de referência do diesel foi parte decisiva da negociação do governo federal para pôr fim à greve dos caminhoneiros. Para não causar prejuízos às refinarias e distribuidoras, o governo garantiu subsidiar em até R$ 0,30 por litro do combustível até o dia 31 de dezembro deste ano.

O novo preço de referência do diesel publicado pela ANP nesta sexta refletem, segundo a agência, "os aumentos dos preços internacionais do diesel e do câmbio no último mês". Os novos preços já levam em conta a subtração de R$ 0,30 por litro (patamar de subsídio estabelecido pelo governo).

Os novos preços de referência da ANP valerão por 30 dias. O governo prevê gastar R$ 9,58 bilhões até o final do ano com o subsídio ao diesel.

Segundo a Petrobras, o novo período do programa prevê o ajuste nos preços médios regionais e mantém a condição de pagamento da subvenção à comprovação de que os preços praticados pelas empresas habilitadas sejam inferiores aos preços de comercialização definidos pela ANP para as cinco regiões (Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Norte sem Tocantins e Nordeste com Tocantins).

Já os preços da gasolina foram reajustados em 1,40% nas refinarias a partir de sexta-feira, para R$ 2,1375 o litro, nova máxima dentro da era de reajustes diários iniciada há mais de um ano, conforme divulgado já na véspera pela estatal.

Diferença deve ser paga pelo consumidor
O novo preço do diesel leva em conta sobretudo a alta do preço do barril do petróleo e do dólar, e deve voltar a pesar no bolso dos consumidores, segundo especialistas do mercado.

Como o o dólar foi a R$ 4, o preço do diesel subiu muito no mercado. Então, aqueles 30 centavos não estão sendo suficiente para cobrir os custos das distribuidoras”, afirma o sócio-diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura (Cbie), Adriano Pires.

A mudança na fórmula de cálculo do preço de referência do diesel partiu de uma cobrança das distribuidoras. Porém, a nova metodologia não atenderá às expectativas, segundo adiantou o presidente da Plural, Leonardo Gadotti.

Segundo o executivo, o pedido para mudança do cálculo partiu “basicamente daquelas [distribuidoras] que importam o produto”. O Brasil produz 70% do diesel que consome, e os outros 30% são importados.

“As distribuidoras pediam que a fórmula considerasse os custos de transferência do produto dos portos até a região de comercialização. Sob esse aspecto, o pedido foi atendido. O problema que surgiu é que se estabeleceu na fórmula um custo menor de logística e excluiu a margem de remuneração das importadoras. Assim, voltou à estaca zero. A fórmula existe, mas não incentiva ninguém a buscar o produto lá fora”, ressaltou Gadotti.


Finais do basquete dos Jogos Escolares é neste sábado no Ginásio Vô Lucato

ESPORTE


A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, realizará no sábado (1º), as finais do basquete dos Jogos Escolares 2018. As disputas serão no Ginásio de Esportes Fortunato Lucato Neto (Vô Lucato), localizado na rua João Jacon, S/N, Vila Jacon.

Às 8h, jogam pela categoria Sub-11 Masculino, a Emeief Padre Maurício Sebastião Ferreira e Emeief Limeira. Em seguida, também pela Sub-11 Masculino, será a vez da Organização Einstein de Ensino contra a Emeief Prof.ª Raquel Ap. G. Franceschi. Depois, pelo Sub-11 Feminino, jogam Emeief Padre Maurício Sebastião Ferreira e Emeief Prof.ª Raquel Ap. G. Franceschi.

Na sequência, será a vez das disputas finais da categoria Sub-17 Masculino: Colégio Técnico de Limeira (Cotil) e Etec Trajano Camargo, pelo terceiro e quarto lugar, e Colégio Portal de Limeira vs. Colégio Acadêmico, pelo primeiro e segundo lugar. No período da tarde, acontecem os jogos finais das categorias Sub-13 Masculino, entre Aprovado e Einstein, e Sub-15 Masculino, entre Acadêmico e Einstein. As premiações acontecerão no mesmo dia.

Os resultados dos jogos desta quinta-feira, ainda do basquete, foram os seguintes:

– Sub 11 Masculino: Emeief Prof.ª Raquel Ap. G. Franceschi 3 X 6 Emeief Padre Maurício Sebastião Ferreira;

– Sub 11 Masculino: Colégio Aprovado 12 X 8 Organização Einstein de Ensino;

– Sub 17 Masculino: Colégio Portal de Limeira 48 X 22 Colégio Técnico de Limeira (jogo 01);

– Sub 17 Masculino: Etec Trajano Camargo 29 X 69 Colégio Acadêmico (jogo 02).

As competições de handebol continuam, no ginásio de esportes Domingos de Felice, no Jardim Santo André. Amanhã, a partir das 8h, disputam os alunos da categoria Sub-15 masculino e feminino. Todas as informações e tabelas dos Jogos Escolares 2018 podem ser obtidas no site: http://servicosonline.limeira.sp.gov.br/jogos2018/cntPublicacoes/cntPublicacoes.php

Agentes de trânsito participam de curso sobre pilotagem tática no Tiro de Guerra

CAPACITAÇÃO


A Secretaria de Mobilidade Urbana promoveu, nesta quarta-feira (29), um curso de pilotagem tática e escolta de autoridades para agentes de trânsito. A ação é uma parceria entre a Prefeitura de Limeira e o Tiro de Guerra 02-020. Pela manhã, os agentes e os atiradores do TG passaram pela parte teórica da capacitação, ministrada pelo subtenente Francisco Aníbal Franklin de Lima.

Já no período da tarde, ocorreu a parte prática, com a condução de motocicletas. Foram passados métodos e técnicas de pilotagem voltadas, principalmente, à escolta ou para situações de emergência. O subtenente Franklin coordenou esse trabalho, que também contou com a participação dos agentes e dos atiradores. Eles tiveram que passar por obstáculos e atividades que envolviam o tema do curso.

Segundo o chefe de Divisão de Fiscalização da pasta, Wagner Geromim Valente, o curso tem o objetivo de auxiliar na atuação diária dos agentes de trânsito. Ele explica que essa ação vai contribuir e aprimorar o trabalho realizado pelos agentes. “São ações utilizadas no dia a dia do agente de trânsito e que envolvem grande quantidade de pessoas ou situações de importância social”, frisa.

O secretário de Mobilidade Urbana, Rodrigo Oliveira, destaca o trabalho recorrente realizado pela pasta voltado à qualificação dos agentes de trânsito. “Temos desenvolvido esses cursos de capacitação visando, sempre, melhorar o atendimento à população”, comenta.


Prefeitura anuncia duas novas áreas para habitação social

MORADIA



O prefeito Mario Botion apresentou nesta quinta-feira (30) duas áreas em Limeira que serão destinadas a unidades habitacionais de interesse social (voltadas a famílias com renda de até três salários-mínimos). As áreas ficam próximas aos bairros Geada e Lagoa Nova, e juntas, terão de 1.300 a 1.400 unidades habitacionais. O anúncio ocorreu no Paço Municipal (Edifício Prada) e contou com a presença do vice-prefeito, Júlio Pereira do Santos, o Dr. Júlio.

Ressaltando a importância das medidas anunciadas, Botion observou que a atual administração tem reunido esforços para aumentar a oferta de lotes urbanizados no município, conforme previsto no Plano de Governo. “Em outubro do ano passado, participei de uma assembleia com moradores do Ernesto Kühl que tratava de questões de habitação. Lá nós assumimos o compromisso de buscar alternativas para disponibilizar lotes ou unidades habitacionais. Estamos hoje aqui para cumprir com esse compromissou” frisou. 

Botion esclareceu que uma parcela dos lotes poderá ser entregue com as residências edificadas, dependendo do avanço das negociações já iniciadas com o Ministério das Cidades. A ideia, segundo o prefeito, é financiar essas habitações com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). “É um processo semelhante ao que foi usado nas moradias do Geada”, ponderou.

O próximo passo, conforme Botion, será fazer o levantamento topográfico e elaborar os projetos para estabelecer o número de unidades habitacionais que cada área comportará. Considerando-se todo o trâmite legal necessário à construção dos empreendimentos, que inclui a realização de estudos de impacto ambiental, ele prevê que o projeto seja concluído em dois ou três anos. “A entrega das unidades atenderá o regramento previsto pelas legislações municipal, estadual e federal”, disse.

Botion frisou que os critérios para inscrição, seleção e habilitação dos interessados em adquirir as unidades habitacionais deverão atender a Lei Municipal 3.126/1999. Presente ao evento, a secretária de Habitação, Marcela Siscão Malagon, orientou sobre a necessidade de os munícipes atualizarem ou fazer o cadastro habitacional por meio do site da Prefeitura de Limeira, no link:
http://www.limeira.sp.gov.br/habitacao
O anúncio contou com a presença de lideranças que atuam no segmento de moradia. Entre eles, José Cláudio Araújo dos Santos, do Movimento Estudantil de Limeira (MEL) – Pró Moradia, que reúne aproximadamente 3 mil integrantes. Ele avaliou positivamente as medidas, sobretudo do perfil dos empreendimentos, de acordo com a demanda dos moradores. “O governo mostra que está trabalhando para atender as famílias que precisam de moradia”, disse. Paulo Cesar Ferreira, do Movimento Popular de Moradia, e Wagner Gaijutis, do Movimento dos Sem-Casa, também marcaram presença no evento.

Regularização

Outra questão tratada pelo prefeito foi a flexibilização para que os mutuários possam regularizar contratos já existentes de programas habitacionais promovidos pelo município. Botion destacou que irá enviar um projeto de lei à Câmara Municipal nesse sentido, visando beneficiar moradores que não possuem a documentação de posse do imóvel ou que venderam os imóveis e não oficializaram a transferência – os chamados “contratos de gaveta”.

Botion também afirmou que irá iniciar processo para reaver de 80 a 100 lotes nos bairros Geada e Jd. Residencial Antônio Simonetti, em que os proprietários estão inadimplentes e não construíram os imóveis. Os lotes serão posteriormente destinados aos inscritos no cadastro habitacional da prefeitura.

União
Ainda quanto às ações para impulsionar a oferta de moradia na cidade, Botion citou o projeto de lei que altera aspectos urbanísticos na região que abrigava a antiga refinaria da União. De autoria do Executivo, o projeto foi aprovado na última segunda-feira (27) pela Câmara Municipal e possibilitará a construção de um empreendimento imobiliário, em que pelo menos 100 unidades terão perfil de interesse social. “Estamos fazendo gestão para aumentar a oferta de unidades habitacionais para pessoas da faixa 1,5 do Programa Minha Casa Minha Vida, com renda entre R$ 1.800 e R$ 2.600 - faixa com grande número de pessoas que precisam ser atendidas”, disse.

Participaram da coletiva, a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Roberta Botion, os secretários Edison Moreno Gil (Gabinete) Matias Razzo (Urbanismo), Daniel de Campos (Assuntos Jurídicos), Tito Almirall (Desenvolvimento, Turismo e Inovação), Paulo Trigo (Meio Ambiente e Agricultura), Francisco Alves da Silva (Segurança Pública e Defesa Civil), Dagoberto Guidi (Obras e Serviços Públicos) e Antonio Peres (Comunicação Social). Por parte do Legislativo, compareceram o presidente da Câmara, José Roberto Bernardo (Zé da Mix), Mir do Lanche, Estevão Nogueira, Hélder do Táxi, Marco Xavier, Lemão da Jeová Rafá, Constância Dutra e Waguinho da Santa Luzia.

Notícia de última hora quente é aqui no Blog do Davolaõ

Com exclusividade a equipe do Davolaõ tem a informação que o PREFEITO deve  anunciar a entrega do Parque da criança no horto para o aniversário de Limeira.

Uma importante notícia para a população levar as crianças para se divertir em um lugar amplo e de fácil acesso para todos.


Fique ligado aqui e no nosso programa na Mix AM 770 todo de segunda a sexta-feira às 10:30 as 12:00 hrs.

GRUPAMENTO CANIL 🐕

Limeira participa de 10º Campeonato de Cães de Polícia das Guardas Municipais do Brasil Limeira será representada no 10º Campeonato de Cães de Polícia das Guardas Municipais do Brasil, realizado no domingo (2), às 9h, em Sumaré (SP).

 O torneio reúne cães e equipes de todo o país. O Grupamento Canil de Limeira, da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Civil, estará presente com o pastor-belga malinois Zeus, que participará da prova de detecção. Ele será acompanhado pelos Guardas Civis Municipais Haick, Olivo, Adilson e Eli. O GCM Haick, responsável pelo grupamento, destaca que a importância da participação de Limeira nesse campeonato está na integração com outras GCMs do Brasil. “É muito importante esse contato para conhecimento de todo tipo de treinamento que pode ser desenvolvido por meio de experiência e vivência”, frisa. 

Ele explica que é a primeira vez que o município é representado nesse campeonato. Em Limeira, o Grupamento Canil existe desde janeiro de 2017 e, desde então, realiza treinamento com os cães, como explica o GCM Haick. Zeus, inclusive, já auxiliou em operações na cidade, principalmente no combate ao tráfico. 


O secretário da pasta, Francisco Alves, enaltece o trabalho desenvolvido. “É uma evolução da GCM para atuar em mais áreas e apoiar outros órgãos de segurança, como a Polícia Civil e Militar.” O 10º Campeonato de Cães de Polícia das Guardas Municipais do Brasil será realizado em Sumaré (SP), no Expo Águas, localizado na rua Ângelo Ongaro, 1.700, no Parque Residencial Casarão. 

O evento é gratuito e aberto à população e contará com um espaço kids, exposição de carros e praça de alimentação.

PRAÇA TOLEDO BARROS

Henrique Marques se apresenta neste domingo. 

 O coreto a Praça Toledo Barros recebe, neste domingo (2), às 10h30, a Corporação Musical Henrique Marques, regida por Fernando Barreto para sua tradicional retreta . A realização é da Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Cultura.

Festividades Aniversário de Limeira

O Festival de Aniversário de Limeira tem sua primeira apresentação neste sábado (1º), a partir das 17h, no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), no bairro Geada. A realização é da Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Cultura. O evento tem o intuito de abrir espaço aos músicos limeirenses, fomentando a arte e divulgando o trabalho musical. Neste primeiro dia, apresentam-se as bandas Cakarecos e Porta Vós. A programação segue durante todo o mês e pode ser conferida pelo site www.limeira.sp.gov.br. O Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) fica na rua Prefeito Ary Levy Pereira, 845 – Geada.

No Parque cidade

Orquestra de Violeiros, da Escola Livre de Música, regida por Emanuel Massaro, vai apresentar repertório caipira neste domingo (2), às 11h, no Parque Cidade. A iniciativa é da Sociedade Pró-Sinfônica de Limeira e Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura. A apresentação terá clássicos da música caipira, como “Menino da Porteira”, “Caminheiro”, “Saudade da Minha Terra”, “Sonho de Caboclo”, “Trem do Pantanal” e outras, ao som da viola caipira, também conhecida como viola sertaneja ou cabocla. A entrada é gratuita. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail contato@sinfonicadelimeira.com.br ou telefone 3451-0502.

Vacinação antirrábica supera em 10,6% resultado de 2017 na área urbana

A Campanha de Vacinação Antirrábica promovida pela prefeitura na zona urbana de Limeira terminou nesta quarta-feira (29) com um balanço positivo. Foram vacinados 20.623 cães e 4.166 gatos, totalizando 24.789 procedimentos. O resultado é 10,6% superior a 2017, quando a Divisão de Controle de Zoonoses vacinou 22.413 animais. O período de campanha ainda não acabou, de 10 a 21 de setembro as equipes de vacinadores estarão na área rural da cidade. A programação será divulgada posteriormente. A meta é vacinar 30 mil cães e 5 mil gatos, o que corresponde a 80% da população canina e felina da cidade. A chefe da Divisão, Pedrina Aparecida Rodrigues Costa, alerta que os munícipes ainda podem vacinar seus animaizinhos na própria sede do departamento, que fica na Rua Solon Borges dos Reis, 251, Campos Elíseos. O local oferece atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Informações pelo telefone 3441-3548.

Prefeitura anuncia áreas para novas unidades habitacionais.

O prefeito Mario Botion fez um importante anúncio hoje - 30/08 sobre novas áreas habitacionais para lotes urbanizados.

O local destinado será em área no bairro Geada e também no Lago Nova.

Mais informações concretas, amanhã no nosso Programa na Mix AM as 10:30 hrs

Dinheiro ilícito está na origem dos salários astronômicos que Globo paga a suas estrelas, como Renata e Bonner.

“Meu salário não diz respeito a ninguém”, disse Renata Vasconcellos, com ênfase na palavra NINGUÉM, em resposta a Bolsonaro — o fiasco da Globo na sabatina foi tão grande que jornalista teve que responder a candidato.

E Renata deu a resposta errada.
Os salários astronômicos do elenco da Globo — aqueles que são apresentadores, artistas, narradores, não o trabalhador comum — estão na origem do quase monopólio de audiência que a emissora alcançou.
Durante seus primeiros anos, ela desbancou a Tupi, que depois iria à falência, com salários muito maiores que pagava ao elenco, tão altos que não era possível competir — hoje, Bonner deve receber R$ 1 milhão, Renata Vasconcellos, R$ 300 mil.
Se contratasse estrelas com dinheiro lícito, ok. Mas a Globo o fez com recursos de uma ilegal parceria com o grupo Time-Life, controlado à época por um político ultra-conservador do Partido Republicano.
Era a Guerra Fria, e o grupo americano saiu distribuindo dinheiro na América do Sul para montar grandes grupos de comunicação.
Na Venezuela e no Brasil, tiveram êxito, embora, no Brasil, fosse vetado pela lei o capital estrangeiro em empresas de comunicação.
Roberto Marinho burlou a lei, como mostrou uma CPI realizada à época e está descrito no livro “A História Secreta da TV Globo”, de Daniel Herz, pesquisador vinculado à Universidade Federal de Santa Catarina, já falecido.
Durante a ditadura, era privilegiada pelas verbas do governo.
O jornalista Paulo Nogueira, fundador deste site, também tocou no tema em um artigo de fevereiro de 2016, ao contar que Armando Nogueira, ministro da Justiça de Geisel, considerava Roberto Marinho “o maior e mais constante amigo” do governo na imprensa.
Por isso, reivindicava mais concessões, conforme descrito no livro Dossiê Geisel.
O ministro das Telecomunicações, Quandt de Oliveira, não queria atender ao pedido.
Numa reunião com Geisel, Oliveira explicou os motivos. Diz o livro:
“Em 14-3-1978 ele mostrou que Roberto Marinho detinha diretamente, ou através de filhos ou prepostos, o controle societário de várias emissoras de TV (Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Recife e Bauru), 11 estações de rádio em onda curta em diversas cidades do país, cinco estações de FM, duas estações em onda curta e uma em onda tropical.  A partir desse levantamento, considerou que (…) Roberto Marinho poderia chegar ao monopólio da opinião pública. Logo, não deveria receber novas concessões.”
Roberto Marinho foi a Golbery, homem forte de Geisel, e outros ministros. Falou do “constante apoio” que vinha dando ao governo. Alegou que a Globo promovia “assistência social”.
Nos anos 70, colocou o Jornal Nacional a serviço da propaganda do governo e mantinha programas destinados a enaltecer o regime e a doutrina do regime.
Na redemocratização, trocou o apoio a Tancredo Neves pela nomeação de Antônio Carlos Magalhães no Ministério das Comunicações e obteve, com isso, a NEC, empresa que praticamente tomou de Mário Garnero com a ajuda do governo.
Com Fernando Henrique Cardoso, manteve a jornalista Míriam Dutra — mãe de uma criança cuja paternidade atribuía ao então presidente — longe do Brasil, na maior parte do tempo recebendo sem trabalhar.
O que a Globo recebeu em troca? “Empréstimos do BNDES”, disse-me Miriam.
Nos governos de Lula e Dilma, não havia Miriam, NEC ou tortura como instrumento de poder, mas a Globo continuou tendo um tratamento diferenciado.
Quando Lula assumiu, estava quase quebrada, mas, como insinuou Antonio Palocci num depoimento que Moro cortou, houve uma operação para salvá-la. Não disse Globo, mas nem precisava.
Era a Globo que, endividada em dólar, estava em sérias dificuldades.
O governo petista cometeu o equívoco de imaginar que teria o apoio da Globo.
Não se deu conta de que os interesses da emissora não coincidem com os dos brasileiros em geral.
Deu no que deu.


PREÇO DA GASOLINA DA PETROBRAS SE APROXIMA DE RECORDE

O preço médio da gasolina praticado pela Petrobras nas refinarias alcançou o segundo maior nível da era de reajustes diários, política  implantada pelo ex-presidente da estatal Pedro Parente, a R$ 2,0829 por litro, ligeiramente abaixo do recorde de R$ 2,0867 registrado em maio, durante os protestos dos caminhoneiros; em agosto, o valor da gasolina já acumula alta de quase 6%

A empresa informou em seu site que tal cotação será mantida também na quarta-feira.
Em agosto, o valor da gasolina já acumula alta de quase 6 por cento e reflete tanto a firmeza das referências do petróleo no mercado internacional quanto a disparada do dólar ante o real, parâmetros estes utilizados pela petroleira em sua política de formação de preços de combustíveis, em vigor há pouco mais de um ano.
A valorização do derivado de petróleo também se segue a uma interrupção de produção na Replan, a maior refinaria da Petrobras, localizada em Paulínia (SP), que sofreu uma explosão no último dia 20 de agosto.
Na véspera, a empresa informou que a reguladora ANP interditou parcialmente a unidade, cuja capacidade é para processar mais de 400 mil barris por dia, e que já começou a importar diesel para compensar a perda de refino.
Procurada para comentar a alta da gasolina nas refinarias, a Petrobras não respondeu de imediato.
Em campanhas recentes, a companhia vinha destacando que o preço do combustível fóssil por ela praticado representava cerca de um terço do valor final nas bombas dos postos, sobre o qual incidem tributos e é formado conforme estratégia de distribuidores e revendedores.
Além disso, a Petrobras também frisa que não tem o poder de formação de preços da gasolina, que oscilam ao sabor de outras variáveis.
A política de reajustes da Petrobras esteve no cerne dos protestos de caminhoneiros, uma vez que o diesel, combustível mais consumido do país, atingiu patamares recordes pouco antes das manifestações.
Desde junho, o diesel está com seu valor congelado nas refinarias, a 2,0316 reais por litro, graças a uma subvenção econômica oferecida pelo governo.
Por José Roberto Gomes
https://www.brasil247.com/pt/247/economia/366851/Pre%C3%A7o-da-gasolina-da-Petrobras-se-aproxima-de-recorde.htm



Alckmin está com habilitação bloqueada há sete anos

Ex-governador de São Paulo foi punido por dois meses, mas depois não renovou CNH.

O ex-governador e candidato a presidente pelo PSDB, Geraldo Alckmin, não pode dirigir carro e moto (ele possui categoria AB) desde 20 de outubro de 2011, quando precisou entregar sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo.
Na ocasião, o tucano recebeu uma pena administrativa de 61 dias sem poder conduzir veículos automotores por exceder o limite de vinte pontos no prontuário.
O período coincidiu com o término da validade da CNH, em 8 de novembro, e depois disso o já governador do estado (foi eleito em 2010) não solicitou nova documentação.
Em março deste ano, pouco antes de deixar o Palácio dos Bandeirantes para concorrer à Presidência da República, Alckmin postou no Twitter um vídeo de dentro de um carro elétrico da Toyota, mas ele não chegou a ligar ou dirigir o carro.
Para retomar a permissão de dirigir, Geraldo Alckmin vai precisar passar por um curso de reciclagem e apresentar o certificado de conclusão ao órgão estadual de trânsito.
Procurada, sua assessoria afirma que o ex-governador não dirige desde o início da punição. Confira a resposta na íntegra.
“As multas a que se refere a reportagem foram todas quitadas. A renovação, assim como o curso de reciclagem, não foram feitos porque o ex-governador não dirige. Hoje, quando não usa o carro do PSDB, desloca-se de táxi. O carro a que estão vinculadas as multas estava em seu nome, declarado no Imposto de Renda, e era utilizado por membros de sua família. O veículo foi vendido e o ex-governador não tem hoje nenhum carro. Com relação à situação da CNH, ela está vencida, e não cassada. De 20/10/2011 a 20/12/2011, foi cumprida penalidade de suspensão da carteira em razão dos pontos não transferidos. Em 8/11/2011, durante o período de suspensão, a CNH venceu. O documento ainda possui o bloqueio ativo porque não foi feito o curso de reciclagem”.
https://vejasp.abril.com.br/cidades/alckmin-esta-com-habilitacao-bloqueada-ha-sete-anos/

Bolsonaro diz ao JN que criminoso não é 'ser humano normal' e defende policial que 'matar 10, 15 ou 20'

Questionado se cabe ao presidente dar solução para o problema da desigualdade salarial entre homens e mulheres, disse que isso compete à Justiça e ao Ministério Público do Trabalho. Ele também pediu desculpas aos homossexuais por frase dita em 'um momento de temperatura alta'.


candidato do PSL a presidente, Jair Bolsonaro, afirmou nesta terça-feira (28), em entrevista ao Jornal Nacional, que um criminoso não pode ser tratado como "um ser humano normal" e, por isso, se um policial "matar 10, 15 ou 20 com 10 ou 30 tiros cada um" deve ser condecorado e não processado.
Bolsonaro foi o segundo entrevistado da série do JN com presidenciáveis. O primeiro foi Ciro Gomes (PDT). Nesta quarta (29), será a vez de Geraldo Alckmin (PSDB), e, na quinta, de Marina Silva (Rede). A ordem das entrevistas foi determinada por sorteio. Luiz Inácio Lula da Silva, presidenciável do PT, está preso e proibido pela Justiça de dar entrevistas.
  • O candidato do PSL foi questionado pelo jornalista William Bonner sobre ter declarado que violência se combate com mais violência ainda. "Como o senhor acha que os brasileiros que vivem nessas comunidades dominadas por traficantes, que são vítimas desses tiroteios tão frequentes, como é que elas recebem uma afirmação como essa sua?"
O presidenciável defendeu "ir com tudo para cima deles" desde que moradores de comunidades estejam fora da linha de tiro.
"Temos que fazer o quê? Em local que você possa deixar livre da linha de tiro as pessoas de bem da comunidade, ir com tudo para cima deles. E dar para o agente de segurança pública o excludente de ilicitude. Ele entra, resolve o problema. Se matar 10, 15 ou 20, com 10 ou 30 tiros cada um, ele tem que ser condecorado [o policial] e não processado.”

Polêmica sobre diferença salarial

Bolsonaro foi confrontado pela jornalista Renata Vasconcellos com afirmações que fez em outros momentos, segundo as quais não teria o que fazer como presidente da República para mudar o quadro de diferença salarial entre homens e mulheres. Ela lembrou que o candidato já afirmou que não empregaria uma mulher com o mesmo salário de um homem."Ou seja, o senhor se solidariza pessoalmente com os empregadores que compartilham dessa desigualdade salarial. Como explicar isso às mulheres?", indagou a apresentadora.
Depois de começar responder, Bolsonaro disse que, "com toda a certeza" havia uma diferença de salário entre os dois jornalistas da bancada do JN. Nesse instante, William Bonner se dirigiu a Bolsonaro, mas Renata Vasconcellos interrompeu a ambos.
Renata Vasconcellos se dirigiu ao candidato e disse: “Eu vou interromper vocês dois. Eu poderia, até como cidadã, e como qualquer cidadão brasileiro, fazer questionamentos sobre os seus proventos [de Bolsonaro] porque o senhor é um funcionário público, deputado há 27 anos e eu, como contribuinte, ajudo a pagar o seu salário. O meu salário não diz respeito a ninguém. E eu posso garantir ao senhor, como mulher: eu jamais aceitaria receber um salário menor que um homem que exercesse as mesmas funções e atribuições que eu. Mas agora eu vou devolver a palavra ao senhor, para o senhor continuar o seu raciocínio.”
O candidato afirmou que a solução para a desigualdade salarial entre homem e mulher tem de ser dada pelo Ministério Público do Trabalho e pela Justiça.
"Já está na CLT, a lei é boa. Não tem o que discutir. Se a lei não está sendo cumprida, a quem compete resolver? À Justiça e ao Ministério Público do Trabalho”, disse.
Ele afirmou que nunca defendeu a desigualdade, mas, como presidente, não terá "ingerência" sobre o Ministério Público do Trabalho.
"Por que o Ministério Público do Trabalho não age quanto a isso? É só agir. Eu não tenho ingerência sobre o Ministério Público do Trabalho. Isso está na CLT. É só as mulheres denunciarem. Acabou o assunto", declarou.

Emprego

Indagado sobre geração de empregos, Bolsonaro fez referência ao que diz ter ouvido de empresários em palestras pelo Brasil – que a ampliação de direitos trabalhistas pode resultar em aumento do desemprego."O senhor tem dito que, para ter mais emprego, é preciso ter menos direitos trabalhistas. Eu pediria ao senhor que explicasse: num governo Bolsonaro, quais direitos trabalhistas os brasileiros deixarão de ter?", perguntou William Bonner.
“Eu tenho falado em todas as reuniões que eu faço há quase quatro anos, em palestras que no Brasil, que a classe empregadora – são os comerciantes, industriais, os empresários – têm dito o seguinte, eles têm dito seguinte: um dia o trabalhador terá que decidir entre menos direitos e emprego ou todos os direitos e desemprego. Por que isso? O custo no Brasil.”
Bonner questiona: "O senhor verbaliza o que dizem os empregadores, na condição de candidato à Presidência?" E Bolsonaro responde: "Sim, sim eu tenho falado para eles, você tem que demonstrar isso".

Paulo Guedes

Bolsonaro jurou "fidelidade eterna" ao economista Paulo Guedes, responsável pela parte econômica da plataforma de campanha.
Anteriormente, ele já afirmou que não entende de economia e que as decisões nessa área serão tomadas por Guedes. Bolsonaro já disse que Guedes será o ministro da Economia - ele pretende fundir os atuais ministérios da Fazenda e do Planejamento.
“É quase que um casamento. Eu estou namorando o Paulo Guedes há um tempo e ele a mim também. Nós, Bonner, somos separados. Até o momento da nossa separação, não pensamos em uma mulher reserva. Se isso vier a acontecer, por vontade dele, ou minha, paciência. O que eu tenho com ele é um compromisso enorme para o Brasil. Temos sim um filtro chamado Câmara e Senado. Nem tudo que ele quer ou que eu quero poderemos aprovar”, declarou.
"Quando nós nos casamos", disse, em referência a Guedes, "nós juramos fidelidade eterna". Ele afirmou que não crê em uma separação.
"Duvido que esse divórcio venha a acontecer. Se vier a acontecer, não será por um capricho meu ou um capricho dele", declarou.

Outros temas
Família na política - “Geralmente quando se fala em família na política são famílias enroladas em atos de corrupção. Minha família é limpa na política. Sempre integrei o baixo clero em Brasília. Se tivesse uma forma de ocupar novos postos, certamente estaria na lava jato. Mantive minha linha. Inclusive citado por Joaquim Barbosa no mensalão como único deputado da base que não foi comprado. E também na questão da JBS-Friboi, único deputado que recebeu do partido recursos oriundos da JBS e devolveu.”
Patrimônio - “Nunca recebi dinheiro de empresa para campanha, sempre fiz a campanha usando aquilo que consegui ao longo do mandato, as minhas conquistas. Tenho apoio popular para isso, fiz um trabalho reconhecido pelo povo como muito bom, se não aprovei projetos, evitei que projetos ruins fossem adiante.”
Auxílio-moradia - “Eu fui para um apartamento novo agora porque precisava de um espaço maior, meu apartamento tinha 70 metros quadrados e tinha as despesas,. [...] Nunca tive cargo no governo, nunca tive secretário de município indicado por mim. Nada. Sempre fui parlamentar preocupado com meu mandato e o meu voto é algo sagrado. Meu voto é a marca do meu trabalho e respeito. [...] eu estava num cubículo em Brasilia e todos os recursos que recebi em Brasilia é para manutenção do mandato para pagar IPTU do imóvel, condomínio e ficava quase no zero a zero. Meu apartamento está à venda. Quem quiser comprar, está à disposição. Agora, estou num funcional.”
Paulo Guedes - “Primeiro, o Lula que não entendia de economia. Dilma Rousseff que entendia de economia, levou o Brasil ao caos. Eu parto de um princípio que você tem que confiar nos homens e nas mulheres. Eu às vezes me pergunto o que o senhor Paulo Guedes viu em mim. Ele já me respondeu: ‘Vi sinceridade e vi confiança’. Eu tenho que confiar nele. Como tenho que confiar no meu ministro da Justiça, o da Defesa, o da Agronomia, entre outros. E eu sou o único destes que estão aí com chances de chegar que vai ter isenção para escolher os seus ministros. Não vai estar preso a indicações políticas. Porque os ministros geralmente trabalham para os seus partidos políticos. E eu tenho essa independência. E o Paulo Guedes é um economista reconhecido dentro e fora do Brasil.”
Direitos trabalhistas -
 “Esses direitos estão previstos na Constituição. Cláusulas pétreas, nenhum pode ser retirado. Nós temos que desonerar a folha de pagamento. Temos que desburocratizar, desregulamentar muita coisa. Evitar que uma empresa leve em média 100 dias no Brasil. Temos que fazer para ajudar.”
Desigualdade salarial entre homens e mulheres -

 “A questão de salário a questão da competência, na CLT já se garante isso: o salário compatível desde que não haja mais de dois anos de tempo de serviço entre um e outro. [...] Eu estudei. [...] Por que o Ministério Público do Trabalho não age no tocante a isso daí? É passar a agir. Mas eu não tenho ingerência no Ministério Público do Trabalho e isso está na CLT. É só as mulheres denunciarem. O MP do Trabalho vai lá e resolve o assunto. O Ministério Público do Trabalho pode ser questionado. Eu estou vendo aqui uma senhora e um senhor. Não sei ao certo, mas com toda certeza há uma diferença salarial aqui. Parece que é muito maior para ele do que para a senhora. São cargos semelhantes, são iguais. [...] Vocês vivem em grande parte aqui de recursos da União. São bilhões que recebem o Sistema Globo de recursos da propaganda do governo. Mas vamos lá. Não preguem essa pecha em mim que eu defendo isso porque se tivesse defendido um dia teria discurso meu na Câmara. Nunca teve discurso, nenhum projeto meu nesse sentido. Não existe. Esse rotulo foi pregado em mim 2010 2012 quando dei entrevista ao zero hora. [...] Já está na CLT. A CLT já garante salário igual para homem emulher. Não tem que discutir. É a lei, quando a lei não é cumrpida, a quem compete resolver? É à Justiça, é ao Ministério Público do Trabalho.”
Homofobia - 
“Isso começou a acontecer em novembro de 2010. Até aí eu era uma pessoa normal. Passando no corredor da Câmara, vi algo esquisito. [...] Estava um pessoal vestido a caráter e perguntei ao segurança se iria haver alguma parada de orgulho gay na Câmara. Tomei conhecimento. Eles tinham acabado o 9º seminário LGBT infantil e estavam discutindo ali, comemorando o lançamento de um material para combater a homofobia conhecido como kit gay. Estava este livro. Na biblioteca das escolas tem. É um livro para crianças. [...] eu estava defendendo as crianças em sala de aula em todos esses momentos, em todos esses momentos. Um pai não quer chegar em casa e encontrar o filho brincando de boneca por influência da escola. Pronto. Não tenho nada contra o gay, tenho contra material escolar em sala de aula. Tem muito gay que é pai, mãe e concorda comigo. As declarações foram fortes, peço desculpas, mas foi em momentos de temperatura alta em comissões e que quase houve vias de fato. [...] Peço a você que está em casa que pesquise na internet o plano nacional de promoção da cidadania LGBT.”
PEC das Domésticas - 
“Eu fui o único que votei contra. Em dois turnos. Então não houve erro da minha parte. Foi para proteger o que eu defendia. São os meus direitos, mas de forma gradativa. Levou milhares de senhoras e homens que exerciam atividade doméstica para serem diaristas. E como diaristas não estão sequer grande parte deles recolhendo para a Previdência. Muita gente teve que demitir porque não tinha condição de pagar. Mulheres perderam o emprego exatamente pelo excesso de direito.”
Segurança pública -
 “Se o bandido tá com um 762 atirando, o policial para o lado de cá tem que ter uma .50. Se ele tá com uma .50, você tem que ter um tanque de guerra do lado de cá. Eu já fui vítima de violência. Bonner, você também. Infelizmente. Só Deus sabe o que passou na tua cabeça sobre a sua integridade, sobre a minha integridade. Esse tipo de gente, você não pode tratá-lo como se fosse um ser humano normal, tá? Que deve ser respeitado, que é uma vítima da sociedade. Não podemos deixar os policiais continuarem morrendo nas mãos desses caras. O Exército Brasileiro acabou de perder três jovens garotos para o crime, agora. Temos que fazer o quê? Em local que você possa deixar livre da linha de tiro as pessoas de bem da comunidade, ir com tudo para cima deles. E dar para o policial, dar para o agente de segurança pública, o excludente de ilicitude. Ele entra, resolve o problema. Se matar 10, 15 ou 20, com 10 ou 30 tiros cada um, ele tem que ser condecorado [o policial] e não processado.”
Militares -
 “Isso aconteceu em 64 e na forma da lei e da Constituição da época. Os militares chegaram lá, aliás, chegaram lá, não, foram eleitos, o presidente por cinco mandatos. As palavras dele [candidato a vice, general Mourão], em consonância com o que grande parte da sociedade fala, teve coragem de externar. Nem eu nem ele queremos nada pela força. [...] No meu entender, ele [...] Deixa os historiadores para lá. Fico com o Roberto Marinho porque em outubro de 1964 disse: ‘Participamos da revolução democrática de 1964 identificados com os anseios nacionais de perseguição às instituições democráticas ameaçadas pela radicalização ideológica, distúrbios sociais, greves e corrupção generalizada’. Roberto Marinho foi ditador ou democrata? É história."

Via G1

Megamutirão das igrejas acontece no próximo sábado

DENGUE Depois do megamutirão envolvendo servidores municipais, entidades e voluntários, a Prefeitura de Limeira está programando ma...