COLÔNIA DE FÉRIAS


Crianças participam de atividades em escola no Residencial Rubi

Júlia Cremasco tem 6 anos e o Eduardo Augusto 7. Os dois são alunos da Emeief Professora Raquel Aparecida Gonçalves Franceschi, no Residencial Rubi, e, nas férias, aproveitam o espaço da escola e participam da Colônia de Férias, do projeto “Férias Solidárias” da ONG Associação Feminina de Estudos Sociais e Universitários (Afesu), por meio do Centro de Estudos Universitários Jacamar. “Gostei de vir aqui para pintar e brincar de bambolê”, falou Julia, que mora no Rubi, e esteve nesta terça-feira (24) na colônia. Ela até poderia fazer outras coisas, mas preferiu ir à sua escola, perto de casa, para participar das atividades. “É bem legal.”

As crianças foram divididas por idades e participaram de oficinas nas áreas de meio ambiente, artes, ciências, recreação, música e dança. “É aliando o conhecimento à diversão”, explicou Ana Cristina Nadalin, coordenadora do projeto.

Eduardo gostou mais de poder se juntar aos seus amigos e jogar futebol. Ele aprovou a iniciativa das oficinas e de fazer as atividades. “É bem legal para brincar e aprender bastante coisa”, falou. Para a diretora do colégio, Alessandra Pascotto, além de ser um orgulho receber o projeto, a ação proporciona que as crianças valorizem o espaço em um tempo que, geralmente, ficam ociosas, por conta das férias. “Abrir a escola para eles é o nosso papel. Por mais divertido que seja, há o caráter educativo dessas atividades”, afirmou.

Regiane Aparecida Costa levou os três filhos: Marcus, Pedro e Davi, e destacou a importância de usar o espaço da escola para as atividades. “É muito bom ter essa interação, um jeito de sair de casa e ter as oficinas para participar”, falou. “É muito legal e importante esse projeto, pois, caso contrário, eles estariam em casa, assistindo TV e aqui eles tem conhecimento.”
“Nós ficamos muito gratos pelo prefeito Mario Botion e o secretário [de Educação] André de Francesco, por nos escolherem para a parceria com esse projeto”, falou Alessandra. Ela explicou que os funcionários da escola e os moradores do Rubi se uniram ao trabalho voluntário para a ação. “Para essa comunidade, isso é importante e muito significativo."

As atividades vão até sábado (28), e são voltadas a todas as crianças do bairro de 6 a 11 anos. No sábado, haverá um bazar e gincana com as crianças para encerrar a colônia de férias.

VISITA

As voluntárias da ONG fizeram, pela manhã, uma visita ao Rubi, conhecendo algumas famílias. Segundo Ana Cristina, além do trabalho com as crianças, elas farão visitas a algumas famílias com mais necessidades durante a semana. Ela explicou que é um atendimento social, para ouvir essas famílias e suas dificuldades, e ajudar como possível, com doações, e conhecendo a realidade delas. “Nós queremos trabalhar com elas essa questão da valorização e dar atenção a elas, que é, muitas vezes, o que mais precisam.”

O “Férias Solidárias” é um dos projetos realizados pelo centro com o objetivo de promover a dignidade humana, por meio do estudo, trabalho e serviço à sociedade. Em Limeira, a ação foi intermediada pela vereadora Carolina Pontes. “A ONG tem como missão transformar vidas por meio da valorização pessoal e da formação de excelência, para a promoção social e a inclusão de mulheres no mercado de trabalho”, explicou. Segundo ela, a ONG é formada inteiramente por mulheres, promovendo a mulher por meio da cultura e formação profissional, e vem desenvolvendo atividades de voluntariado e promoção de cultura no Estado de São Paulo desde 1963.

Nenhum comentário:

Megamutirão das igrejas acontece no próximo sábado

DENGUE Depois do megamutirão envolvendo servidores municipais, entidades e voluntários, a Prefeitura de Limeira está programando ma...